Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, RJ, Brazil

Sou a prima mais velha de uma turma de 32 primas! Gosto de rir e de fazer rir. Adoro conversar, mas principalmente de ouvir. Beber Mate, vinho e Martini. Ver filme aos sabados com os amigos. Sou fiel aos meus sentimentos e respeito os dos outros. E de escrever, é lógico!

sexta-feira, junho 20, 2014

Roupas ao vento


Alhandra - Lisboa - Portugal
 Estive em Portugal e muito me surpreendeu ver que, em várias residências, as roupas são penduradas para secar num varal, do lado de fora de casa.

Então me lembrei que quando eu era menina, em nossa casa no subúrbio, nossas roupas também eram secas dessa maneira. Outros tempos..

Tempo em que minha mãe lavava toda a roupa no tanque e depois nós pendurávamos tudo numa corda de arame, no quintal, em frente de casa, virada para a rua. Depois das roupas presas pelos pregadores, suspendíamos o varal com uma grande vara de bambu, pela na parte central da extensão do arame. Já nascíamos com a habilidade de saber o ponto certo de equilíbrio para essa tarefa. Até hoje não sei onde minha mãe conseguia a vara de bambu... nunca vi um bambuzal perto de casa...

À tarde recolhíamos as roupas secas ao sol.

Mas durante todo o dia elas ficavam ali expostas a quem passasse na rua. Vestidos, lençóis, toalhas de banho, camisas, peças intimas...

Um grande contraste, já que só alguns cômodos das casas eram liberados para as visitas. Normalmente a sala e a cozinha.

Eu gostava de olhar as roupas secando. Pareciam velas de navios ao vento, me levando pra longe.


1 Comentários:

Blogger Engraçadinha disse...

Voltei lá na minha antiga residência, quando me embolava nas roupas ou quando ajudava a minha avó a recolher as roupas em dias de chuva.

quinta-feira, julho 17, 2014 7:37:00 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial


Created by Crazyprofile.com